Regulamento

1- COMPETÊNCIAS DA ORGANIZAÇÃO:

O diretor de prova é o responsável em executar as datas e disposições deste regulamento justificando as alterações quando cabíveis. Casos omissos serão decididos pelo diretor de prova;

Quando houver qualquer risco de vida, o diretor de prova poderá acionar o resgate de qualquer integrante da equipe, jornalista e fiscal de prova, sendo o ônus do resgate de responsabilidade do resgatado. A organização, no entanto, só fará o resgate se houver condições adequadas de segurança para quem está resgatando ou sendo resgatado;

A organização da prova não cobre despesas médicas além dos primeiros socorros prestados no local. Caso necessite remoção, atendimento ou internação hospitalar, estes serão de responsabilidade da própria equipe. A organização se reserva o direito de acionar o cheque-caução para cobrir gastos emergenciais;

A menos que haja alteração por parte da direção da prova (antes ou durante a competição), as instruções constantes no race-book são soberanas;

A organização se reserva o direito de realizar um único briefing de prova, podendo ou não repeti-lo para equipes que justificadamente não comparecerem ao mesmo;

A checagem de equipamentos obrigatórios poderá ser realizada a qualquer momento durante a prova;

No caso de condições climáticas adversas ou por razões de segurança, a organização se reserva o direito de cancelar e/ou alterar o percurso e/ou etapas sem aviso prévio e sem ônus à mesma, inclusive durante o andamento da prova.

Em casos não descritos neste regulamento a decisão da organização é INCONTESTÁVÉL.

2 – DEFINIÇÕES:

Posto de Controle (PC): local indicado pela organização por onde as equipes devem passar obrigatoriamente na ordem sequencial numérica pré-determinada.

Áreas de Transição (AT): é um PC diferenciado por ser uma área onde haverá mudança de modalidade esportiva.

Fiscal de prova: responsável pelo registro da passagem das equipes pelos postos de controle. Tem autoridade para fazer checagem de equipamentos obrigatórios.

Corte: percurso alternativo reduzido que as equipes são obrigadas a fazer caso não cheguem a um PC em um prazo máximo pré-estabelecido.

Pontos de Passagem Obrigatória (PPO): Trecho da prova (com ou sem PCs) onde os atletas são obrigados a passar sob risco de penalização. Estes trechos têm a função de proteger atletas em travessias ou para proteger que áreas sejam devastadas.

3 – TERRA DE GIGANTES RIO CLARO 2016

As equipes serão constituídas por uma, duas ou quatro pessoas. Teremos categoria única com distância de cerca de 70 km.

4 – INSCRIÇÃO

Será considerada inscrita a equipe que:

1- Entregar à organização os formulários, termos de responsabilidade e ficha médicas de todos os atletas;

2- Ter mais de 18 anos;

3- Estar de acordo com o regulamento;

4- A organização se reserva o direito de recusar a inscrição de qualquer equipe, total ou parcialmente;

7 – CATEGORIAS

Race (50 km)

Solo

  1. Categoria Única

Duplas

  1. Mista: Equipes compostas por pessoas de sexo oposto.
  2. Masculina: Equipes compostas por integrantes do sexo masculino.

Quartetos

  1. Mistos

Obs.: Aceitaremos inscrições de equipes masculinas e femininas entre os quartetos, porém estes não pontuarão no ranking.

 

8 – PREMIAÇÃO

Troféus e artigos de esporte de aventura para as três primeiras equipes de cada categoria.

9 – PENALIZAÇÕES

Desclassificação

  • A equipe que se deslocar nos trechos de obrigatoriedade de flutuadores e capacetes sem os mesmos;
  • Não passar por algum posto de controle (PC);
  • Não seguir a ordem cronológica dos postos de controle;
  • Um integrante abandonar a prova;
  • Usar qualquer meio de transporte não autorizado pela organização;
  • Usar mapas não autorizados pela organização;
  • Assinar o posto de controle PC sem estar com a equipe completa;

Desconto de Tempos (penalidade a ser julgada pela direção de prova no briefing);

  • Abandonar a modalidade sugerida pela organização;
  • Usar guias para se deslocar;
  • Se deslocar por trechos do percurso não autorizados pela organização;
  • Se algum membro da equipe cometer atitudes anti-desportivas, agressivas e destrutivas ao meio ambiente ou com outros atletas;
  • Falta de algum equipamento obrigatório (exceto colete salva-vidas e capacete).

10 – RECURSOS

Os recursos devem ser apresentados até o resultado oficial da prova. O júri será formado por 2 pessoas da organização e mais 3 capitães de equipes não envolvidas no recurso. As decisões deste júri serão soberanas, não cabendo recursos. A organização se reserva o direito de aceitar ou não o recurso.

11 – COLETES DA PROVA

O colete de prova fornecido pela organização deve estar vestido acima de todas as vestimentas inclusive sob o colete salva-vidas durante toda a prova, sob risco de penalização da equipe.

12 – DIVULGAÇÃO DOS PATROCINADORES

As equipes têm livre arbítrio para fazerem divulgação de seus patrocinadores nos seus equipamentos e vestimentas. Está vetada a divulgação de patrocinadores no colete de prova.

13 – AS IMAGENS

A organização do Terra de Gigantes terá direito a utilizar e reproduzir todas as imagens fotográficas e de vídeo produzidas durante a prova, premiação e briefings para uso comercial ou de mídia.